Estudo mostra como produzir mais soja sem desmatar o Cerrado

02/04/2020

A Agroicone realizou um amplo estudo em parceria com a TNC (The Nature Conservancy) sobre a expansão da soja no Cerrado que demonstrou como é possível conciliar o cultivo da soja com a conservação ambiental. O uso da conversão de pastagens para produção agrícola pode ampliar a área de soja nesse bioma por mais 10 anos, sem desmatamento. A Agroicone contribuiu para esse trabalho com estudos econômicos e de geoprocessamento.

“É preciso que os mecanismos de financiamento agrícola como o Programa ABC garantam o acesso do proprietário rural aos recursos necessários tanto para aquisição quanto para a conversão de pastagens para soja. Isso inclui desde a incorporação de tecnologias e assistência técnica até compensação financeira pelo não desmatamento legal”, afirma a sócia-gerente da Agroicone, Leila Harfuch, que coordenou o trabalho junto com os pesquisadores Mariane Romeiro e Gustavo Palauro.

O G1 destacou as oportunidades apresentadas pelo estudo para a expansão agrícola no Cerrado, mostrando que é mais rentável a conversão de pastagens para a soja do que o desmatamento de vegetação nativa.

Confira a reportagem.

Saiba mais sobre esse estudo.