Iniciativa Caminhos da Semente realiza minidocumentário em parceria com redes de coletores

Iniciativa Caminhos da Semente realiza minidocumentário em parceria com redes de coletores

23/08/2021

O trabalho das redes de coletores de sementes é fundamental para o sucesso da restauração ecológica com a semeadura direta, um método que traz benefícios econômicos, sociais e ambientais. Promover restauração com sementes contribui para fortalecer a cadeia produtiva da recuperação nativa, com geração de renda para os fornecedores de seu principal insumo, que incluem comunidades indígenas, quilombolas e agricultores familiares.

Com intuito de promover negócios da restauração com sementes, a Iniciativa Caminhos da Semente lançou o minidocumentário “Restauração ecológica com semeadura direta: compre das redes de coletores de sementes”. O vídeo é resultado de uma parceria entre as organizações Rede de Sementes do Portal da Amazônia, Rede de Sementes do Cerrado, RDS Nascentes Geraizeiras, Rede de Sementes do Xingu, coordenado pela Agroicone com apoio do WWF e ISA. Para o lançamento do vídeo foi realizada uma campanha de marketing digital com apoio da São Paulo Digital School (SPDS).

A parceria teve início com um curso de formação em marketing digital para redes de sementes que atuam na Iniciativa Caminhos da Semente, com a intenção de contribuir para ampliar a presença digital dessas organizações, a partir de uma visão estratégica e pragmática. “Ampliar mercado para venda de sementes é um desafio e as ferramentas de marketing digital tem papel importante para alcançar novos públicos, fortalecer relacionamento, posicionar a marca e alavancar vendas. Esse curso foi o primeiro com enfoque de marketing para sementes nativas, considerando as particularidades desse produto e das organizações envolvidas”, afirma a sócia da Agroicone que participou dessa ação, Laura Antoniazzi.

Na avaliação de Ludmilla Balduino, coordenadora de Comunicação da Rede de Sementes do Xingu que participou do curso, a abordagem foi assertiva por trazer o marketing em forma prática. “A equipe, formada por profissionais de outras áreas, desenvolveu uma base para realizarmos ações em paralelo, como o envio de e-mails de follow-up para antigos clientes de muvuca, por exemplo. Essas ações já estavam previstas, porém, certamente o curso ajudou a entender melhor a importância desse trabalho”, afirmou ela.

A partir dessa experiência, surgiu a ideia de um documentário para mostrar esse trabalho de coleta de sementes e a sua importância para recuperação de vegetação nativa, ao permitir ao mesmo tempo gerar negócios de restauração com a conservação da floresta em pé.

Depois de finalizado o vídeo, chegou a hora de colocar a campanha “na rua”, e mais uma vez tudo isso aconteceu de modo colaborativo – em rede. Na opinião de Carlos Medina, sócio-diretor e professor da São Paulo Digital School que coordenou o curso e apoiou a campanha de lançamento, o minidocumentário aconteceu de forma orgânica ao processo. “Produções em vídeo tendem a ter uma aceitação e engajamento maiores do público e por isso esse formato (e suas devidas adaptações de duração e formatos) foram fundamentais para o dar maior alcance ao projeto”, acredita ele.

Assista ao minidocumentário “Restauração ecológica com semeadura direta: compre das redes de coletores de sementes”.

 

portfoliohttps://www.agroicone.com.br/wp-content/uploads/2021/08/video4.jpg
Compartilhe