É necessário maior esforço político para implementar o Código Florestal

01/06/2022

O Plano ABC+ é a estratégia da agropecuária para reduzir emissões de gases do efeito estufa (GEEs) e fomentar adaptação dos sistemas produtivos. A criação dos ABC+ estaduais, em curso pelo Ministério da Agricultura e Comitês gestores estaduais, deverá permitir que os estados definam metas e busquem estimular a implementação das tecnologias e práticas do ABC+, o que ensejará cada vez mais a participação do financiamento privado.

Junto com o ABC+, a efetiva implementação do Código Florestal pode beneficiar enormemente a produção sustentável brasileira. É essencial avançar com a avaliação do Cadastro Ambiental Rural (CAR), sob pena dos produtores ficarem reféns de solução privadas que visem comprar a adequação com a lei.

“O Código Florestal pode ser um grande ativo do agronegócio, mas para isso é preciso evoluir nessa agenda, é preciso que os estados consigam finalizar a etapa de validação do Cadastro Ambiental Rural (CAR), que é uma fotografia das propriedades, indicando quais são os limites da propriedade e se existem áreas para conservação ou recuperação. Houve um esforço do Serviço Florestal Brasileiro, mas é preciso finalizar essa etapa e avançar para implementação da lei”, avalia Rodrigo C. A. Lima, sócio-diretor da Agroicone.

Rodrigo concedeu entrevista ao programa Bem da Terra, da emissora Terra Viva, com apresentação da jornalista Renata Maron. No quadro Sustentabilidade, ele tratou de questões relevantes para o setor como a agenda do Código Florestal, o ABC+, que é a política pública brasileira para agropecuária de baixo carbono, e sobre as oportunidades de financiamento ASG.

Assista a entrevista.

Compartilhe