Agenda de mudanças do clima é econômica

13/01/2022

Depois de apresentar compromissos para redução de emissões de gases de efeito estufa na COP26, incluindo a antecipação da meta de acabar com desmatamento ilegal até 2028, é hora de implementar as ações para alcançar esses resultados. Na agropecuária, o Brasil conta com o ABC+, que amplia as oportunidades para financiar tecnologias e práticas sustentáveis na propriedade rural.

Na avaliação do sócio-diretor da Agroicone, Rodrigo C. A. Lima, a agropecuária possui oportunidades enormes para inovar e contribuir com a meta nacional de redução de emissões. “A agenda de mudança climática é uma agenda econômica, que também envolve ambientalistas, mas a gente está falando de precificar riscos climáticos, e como se traduz em investimentos, como que os bancos centrais se envolvem nessa agenda, e como serão as movimentações do setor financeiro”, avalia.

Rodrigo conversou sobre resultados da COP26 e perspectivas para o setor agro com entrevista à advogada Samanta Pineda, especialista em direito socioambiental, para a TV Terra Viva e Agro Mais.

 

Compartilhe