« Voltar

Estudos e Projetos

BRASIL 2040: cenários e alternativas de adaptação à mudança do clima

01/12/2015


 brasil 2040.png


A Subsecretaria de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE-PR) encomendou a instituições nacionais de excelência simulações a partir de modelos climáticos globais. A Agroicone foi uma das instituições selecionadas, integrando a equipe de agricultura e uso da terra.

 

O objetivo do estudo, denominado “BRASIL 2040: cenários e alternativas de adaptação à mudança do clima”, foi estimar como as mudanças climáticas afetariam os setores econômicos em diferentes horizontes e sugerir estratégias de prevenção e adaptação dos diferentes sistemas que poderiam ser afetados para subsidiar processos relevantes no âmbito da Política Nacional sobre Mudança do Clima, em particular, o Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima, em fase de conclusão no governo federal.

 

O estudo foi estruturado em quatro etapas:

1ª) Consistiu na aplicação de dois dos mais de quarenta modelos de clima global disponíveis para, a partir de suas projeções e com base em dois cenários distintos, derivar hipóteses de comportamento climático para o território brasileiro nos períodos de 2011- 2040; 2041-2070 e 2071-2100 .

 

2ª) Identificou os impactos de cada um dos cenários climáticos sobre os recursos hídricos. Isso é crucial, pois quase todos os setores econômicos e as concentrações humanas sofrem impactos, não somente por variações de temperatura, mas, sobretudo, por variações na disponibilidade hídrica.

 

3ª) Analisou os impactos sobre os recursos naturais e sobre alguns setores econômicos, considerando variações climáticas e disponibilidade de recursos hídricos. Isso foi feito relacionando as alterações das principais variáveis climáticas – temperatura e precipitação – com produção de setores econômicos e infraestrutura instalada.

 

4ª) Consistiu na identificação de algumas medidas de adaptação ao cenário associado às projeções. Tais medidas envolvem estruturas caras (por exemplo: barragens para armazenar água ou construção de diques em zonas costeiras), mas contemplam também medidas mais simples como, por exemplo, sistemas de alerta de riscos, mudanças de práticas agrícolas ou organização de grupos sociais. 


Acesse o Resumo Executivo:



Download: 160727143013_BRASIL-2040-Resumo-Executivo.pdf

Tel: +55 (11) 3025-0500

E-mail: agroicone@agroicone.com.br

Avenida Angélica, nº 2447 conjunto 173 - Higienópolis

CEP 01227-200 São Paulo/SP - Brasil