Mapeamento de uso e cobertura do solo

01/03/2014

O processo de adequação ambiental exigido pelo Código Florestal, pela sua escala geográfica, deve representar uma nova modalidade de uso e cobertura do solo no país. É essencial que essa demanda possa se adequar ao universo de práticas agrícolas existentes no Brasil. Assim, torna-se fundamental conhecer a distribuição espacial das grandes culturas agropecuárias.

Este projeto tem como objetivo mapear o uso e a cobertura da terra para o cultivo de cana-de-açúcar, eucalipto, culturas anuais, pastagem e remanescentes de vegetação nativa em oito estados brasileiros: São Paulo, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará (região da Bacia do Rio Tapajós), Maranhão, Piauí e Bahia.

Para esse estudo, foram considerados diferentes produtos: para cana-de-açúcar, será produzido um mapa da safra 2014/15, com dados da área de cana disponível para colheita em 2014. Para eucalipto e pastagem, serão desenvolvidos mapas de uso da terra. Para as culturas anuais, prevê-se a elaboração de um mapa das culturas agrícolas (soja, milho e algodão) e um mapa das áreas de produção de soja. Finalmente, para remanescentes de vegetação nativa, serão gerados um mapa de uso da terra, um mapa de florestas primárias e um mapa dos remanescentes de vegetação.