Governo Biden abre oportunidades para o Brasil no comércio internacional

09/11/2020

O Brasil deve apostar em suas relações comerciais com Estados Unidos, China e outros players internacionais, pensando no curto e longo prazo. O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, tem no seu plano de governo revisar a política comercial que vinha sendo adotada por seu antecessor, Donald Trump.

Em entrevista para a Reuters, o diretor geral da Agroicone, Rodrigo C. A. Lima, acredita que Biden tende a respeitar o multilateralismo, o que será essencial para a Organização Mundial do Comércio (OMC). “O enfraquecimento dos acordos multilaterais é prejudicial para o agronegócio, porque favorece um cenário de guerras comerciais”, afirmou Rodrigo.

Mesmo em um cenário de protecionismo, que marca os governos americanos, Rodrigo vê oportunidades para o Brasil. “Sabemos que a perspectiva política dos Estados Unidos, sendo em governos republicanos ou democratas, é protecionista. Isso não deve mudar, mas o Brasil deve avançar em construir e manter relações suas internacionais”, observa.

Leia a reportagem da Reuters.

 

Compartilhe