ESG, o desenvolvimento sustentável ganha impulso com o setor financeiro

18/03/2021

O conceito de sustentabilidade, que se apoia nos indicadores de desenvolvimento social, econômico e ambiental, ganhou um novo impulso com interesse do setor financeiro em apoiar projetos com resultados nessas três esferas. Nesse contexto surge o conceito agora traduzido como ASG (ambiental, social e governança) ou ESG (Environmental, Social and Governance).

Os impactos dessa mudança para o agronegócio são o tema da reportagem de capa da Revista Plant, com o título “ESG, o semáforo das finanças mundiais está verde para o agro”, assinada pela repórter Livia Andrade.

O diretor geral da Agroicone, Rodrigo C. A. Lima, comentou a importância de trazer para o debate os critérios de ESG na agropecuária brasileira. “Isso é fundamental para o Brasil não ficar refém da taxonomia europeia, que é crítica a biocombustíveis e a floretas plantadas”, diz Lima. Nesse sentido, Rodrigo defende a importância do diálogo com as partes interessadas, baseado em ciência.

Leia a reportagem.

Compartilhe