Como o RenovaBio tem transformado as usinas de cana-de-açúcar

08/02/2021

A Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio) trouxe entre suas inovações para descarbonização do setor de biocombustíveis a criação de um título verde, o CBio. As usinas que são certificadas pelo RenovaBio podem emitir os CBios, que são colocados para negociação na B3, a bolsa de valores brasileira. Embora as três maiores distribuidoras do Brasil (Petrobras, Raízen e Ultrapar) sejam as principais empresas obrigadas a comprar Cbios, pois concentram a maior parte de emissões no setor de combustíveis, não existem restrições para negociação por pessoas físicas ou jurídicas em geral, criando um mercado de crédito de carbono.

O RenovaBio aumentou o interesse das usinas em adequar seus processos de gestão e eficiência ambiental. A fim de obter a certificação e autorização para emitir os CBios pela ANP (Agência Nacional do Petróleo), as usinas devem cumprir com os critérios de elegibilidade dessa política. Entre esses critérios, a biomassa utilizada na produção do biocombustível não pode ter origem em áreas desmatadas. É preciso também estar em dia com o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Os números indicam a importância da política para o setor: após dois anos da implementação do RenovaBio, foram emitidos 18,7 milhões de CBios, um volume superior à meta estabelecida para 2019/20, de 14,9 milhões de CBios. Importante observar que a maioria das distribuidoras cumpriu ou superou a meta individual de CBios.

A Agroicone contribuiu com subsídios científicos para a criação da RenovaBio em sua fase de concepção. Além disso, desde 2019 tem atuado para o sucesso e aprimoramento do programa por meio de cursos presenciais e online, contribuições para melhoria da regulação, além de prestar consultoria para usinas interessadas em alcançar a certificação. Em artigo para a Revista Agroanalysis, os pesquisadores Marcelo Moreira e Laura Antoniazzi, sócios da Agroicone, junto com a pesquisadora Gabriela Mota da Cruz esclarecem algumas questões importantes sobre o RenovaBio e os CBios.

A Revista Agroanalysis é uma publicação mensal de agronegócio e economia agrícola do Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O artigo é capa da edição de fevereiro, leia na página 36.

Compartilhe