Redação Agroicone

O “Acordo de Paris” da Convenção sobre Diversidade Biológica

16/12/2019

Entre os dias 24 a 29 de novembro, a Agroicone participou da 23ª Reunião do Órgão Subsidiário de Assessoramento Científico, Técnico e Tecnológico da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), que foi realizada em Montreal, no Canadá. Dessa reunião resultaram propostas sobre as futuras metas de biodiversidade para 2020-2030, que serão aprovadas na COP15 da CDB, em 2020.

As metas deverão tratar da conservação de ecossistemas, restauração de vegetação nativa, produção sustentável, espécies ameaçadas, relação de biodiversidade e mudança do clima, recursos genéticos, dentre outros temas.

Para Rodrigo C A Lima, sócio-diretor da Agroicone, “as negociações começaram a entrar nas propostas para as futuras metas de biodiversidade, e serão intensas em 2020. Dia 13 de janeiro será publicado o chamado zero draft do Framework Global de Biodiversidade Pós 2020, e já no final de fevereiro as Partes se reunirão na China para aprofundar as negociações. De que forma os sistemas agrícolas e pecuários serão considerados? A conservação e restauração de vegetação nativa nas fazendas será reconhecida como elemento importante para a biodiversidade? Biotecnologia, edição gênica e novas tecnologias terão espaço nas futuras metas? Como serão as metas diante do objetivo de promover o uso sustentável da biodiversidade? De que forma tratar os recursos genéticos e o conhecimento tradicional associado e a repartição de benefícios em casos onde seja cabível? Essas perguntas deverão ser respondidas ao longo de 2020, e o Brasil terá um papel central nesta negociação.”

O documento síntese da negociação pode ser encontrado no link abaixo.

Donwload: 191216161913_cdb biodiversity.pdf

Compartilhe

Quer receber mais conteúdos?

Inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro!